spinner
Geistlich Blog header image
Ganho de tecido queratinizado ao redor dos dentes

Geistlich Mucograft® não é inferior ao enxerto do palato - mesmo a longo prazo

 

O enxerto gengival livre é considerado o padrão ouro para ganho do tecido queratinizado no vestíbulo. Em 2014, um estudo randomizado de boca dividida controlado por McGuire et al. mostrou que Geistlich Mucograft é igualmente capaz de atingir o objetivo de gerar >2 mm de tecido queratinizado.1 Agora os autores confirmaram a eficácia também a longo prazo - com acompanhamento de até oito anos.2

Apesar de ser o material padrão ouro, os enxertos autólogos têm várias desvantagens quando se trata de criar tecido queratinizado. Procedimentos dolorosos de coleta e riscos de complicações, disponibilidade limitada e cor e textura não naturais nos locais enxertados são alguns deles.

Em 2014, os Drs. McGuire e Scheyer estudaram Geistlich Mucograft® como uma alternativa ao enxerto gengival livre em 30 pacientes durante seis meses.2 O objetivo era criar uma faixa de pelo menos 2 mm de tecido queratinizado no vestíbulo.2 Ambos os tratamentos foram igualmente bem sucedidos em alcançar este objetivo. As diferenças entre o nível de fixação clínica, recessão e sangramento na sondagem foram insignificantes entre os grupos. Mas a textura e a correspondência de cor de Geistlich Mucograft® foi melhor, e dois terços dos pacientes preferiram o resultado da matriz de colágeno e a menor morbidade.

Esta não-inferioridade persiste com o tempo?

Seis meses é uma duração de estudo comum. Mas o que realmente importa é a estabilidade dos locais a longo prazo. Portanto, os autores publicaram o resultado de seu estudo de acompanhamento, com duração de seis a oito anos.1 23 dos 30 pacientes estavam disponíveis.

Com base em avaliações histológicas, a gengiva queratinizada para os locais de teste e controle eram saudáveis. A largura do tecido queratinizado ainda era superior a 2 mm (média de 3,0 mm ± 0,98 no grupo Geistlich Mucograft®). Ambos os locais mostraram uma recessão mínima entre a linha de base e o acompanhamento: apenas 0,07±1,26 mm (teste) e 0,17±0,78 mm (controle), respectivamente. Além disso, as diferenças entre o nível de fixação clínica e o sangramento na sondagem para ambos os grupos ainda eram insignificantes.

A cor e a textura do tecido queratinizado recém gerado eram ainda mais similares ao tecido nativo circundante no grupo Geistlich Mucograft®(p<0,0001) e os pacientes continuaram a preferir a terapia Geistlich Mucograft® e seu resultado a longo prazo.

Oops, an error occurred! Code: 20210614212750b02e5f58

Conclusão: Níveis iguais de recessão, melhor combinação estética

O principal objetivo do enxerto gengival livre é evitar uma nova recessão. Este estudo mostrou que, com mais de 5 anos, ambos os tratamentos foram igualmente eficazes na prevenção de novas recessões. Os autores concluíram que o Geistlich Mucograft® é um substituto adequado para o enxerto gengival livre a longo prazo. "Os níveis de recessão foram mantidos de forma equivalente pelas duas terapias, mas Geistlich Mucograft® forneceu uma melhor combinação estética com os tecidos ao redor".

Your Comment

Yes, I have read the privacy policy and agree to it.